Como fazer a instalação correta da bacia sanitária

Banheiro livre de mau cheiro: Celite orienta sobre a instalação correta da bacia sanitária. 

Como fazer a instalação correta da bacia sanitária

Para um banheiro sempre limpo e cheiroso, mais do que usar produtos para higienização, a escolha da bacia sanitária ideal é decisiva para o bem-estar no ambiente.

A correta instalação da bacia sanitária, bem como a escolha do modelo, são fatores importantes para evitar mau odores no banheiro. | Foto: Divulgação Celite 

Manter o banheiro sempre limpo e livre de odores desagradáveis é considerada uma das principais missões diárias dos moradores de uma casa. 

Entupimentos, acúmulo de dejetos no interno da bacia ou na tubulação, vedação incorreta, falta de tubo de ventilação na rede hidráulica, limpeza errada, falta de manutenção da caixa do esgoto e até mesmo a escolha incorreta da bacia sanitária podem ser apenas alguns dos motivos que trazem o mau cheiro do esgoto para o banheiro.

Saiba como fazer a instalação correta da bacia sanitária.

Pensando nisso, a Celite, marca que entende o DNA do banheiro brasileiro, orienta sobre o que deve ser levado em consideração no momento de escolha e instalação da bacia sanitária para facilitar a limpeza e dificultar no aparecimento de odores. Confira!

Tubulação

Em primeiro lugar, antes do início da obra, é importante verificar em qual tubulação de esgoto a bacia sanitária será instalada. “A bacia sanitária deve utilizar sempre o canal de esgoto primário. Enquanto isso, pias e chuveiros ocupam o canal secundário, que conta com caixa sifonada”, explica Rodrigo Hernandes, gerente de pós-vendas da Roca Brasil.

A diferença entre os canais de esgoto é simples. No primário, a tubulação tem contato direto com gases da rede coletora pública ou privada e as instalações são protegidas por um fecho hídrico, uma camada de água que impede o odor de retornar pela tubulação.

Já o secundário não possui contato com os gases da rede coletora e é composto por peças e tubulações instaladas a partir de caixas sifonadas, no sentido do escoamento. Desta forma, fazem parte desse esgoto as instalações de pias, tanques e ralos de modo geral.

Atenção com as medidas!

Antes do momento da compra, além da tubulação, também é importante se atentar às dimensões recomendadas para a instalação correta da bacia sanitária. A primeira metragem a ser considerada é a do centro do ponto de esgoto: para bacias convencionais, que usam descarga com válvula, o centro do ponto de esgoto deve apresentar 26 cm de distância da parede acabada. Já para as peças com caixa acoplada, o centro do ponto do esgoto deve ter 30 cm de distância.

como fazer a instalação correta da bacia sanitária medida 1

A bacia com caixa acoplada deve ter 30 cm de distância da parede ao centro do ponto do esgoto | Foto: Divulgação Celite.

No que se refere à altura da entrada da água, o flexível que alimentará a caixa acoplada deve ser instalado a 20 cm do piso acabado.

como fazer a instalação correta da bacia sanitária medida 2

A altura da entrada de água deve ser de 20 cm do piso acabado | Foto: Divulgação Celite

O ponto de alimentação de água deve estar 15 cm à esquerda do centro do ponto de esgoto. Desta forma, evita-se a proliferação do mau cheiro.

como fazer a instalação correta da bacia sanitária medida 3

A distância da entrada de água com o centro do ponto do esgoto deve ser de 15 cm | Foto: Divulgação Celite.

Continue e saiba como escolher a bacia sanitária