10 dicas para deixar a casa quentinha para o inverno

Móveis aconchegantes, mantas, iluminação adequada, tudo isso contribui para deixar o seu lar acolhedor para a temporada de frio.

10 dicas para deixar a casa quentinha para o inverno

Falta pouco mais de um mês para a chegada da estação mais charmosa do ano. E nada melhor do que manter a casa aquecida e protegida para o frio. 

Os designers Marllon Morais e Rodrigo Queiroz, do Estúdio Dentro, trazem algumas sugestões para deixar o seu lar pronto para o inverno. 

Também selecionamos alguns produtos assinados pelos clientes da Jacarandá para ajudá-lo nesta tarefa. Confira as dicas a seguir:

10 dicas para deixar a casa quentinha para o inverno

dicas para deixar a casa quete no inverno

1. Escolha peças com tecidos que sejam agradáveis ao tato
.

Estes materiais proporcionam sensação de acolhimento, também passam a impressão de que a casa é mais quente, como um refúgio que você quer se recolher, descansar”, explicam os profissionais.

Poltrona Concha - Regina Misk

Sobre a estrutura em madeira maciça peroba da poltrona Concha, assinada pela designer mineira Regina Misk, um assento e o encosto em côncavo são totalmente estofados em tricô manual em nuances que mesclam duas ou três tonalidades. Delicadas franjas rebordadas à mão envolvem toda a peça criando um visual interessante e leve no melhor estilo Boho Chic.

2. Invista em móveis aconchegantes.

Vale aquele sofá superconfortável para se esparramar enquanto assiste suas séries favoritas enroladinho no cobertor. Ou aquela poltrona macia para ler um bom livro. Um banco com assento almofadado também é uma ótima sugestão.

Sofá Aconchego - por Ále Alvarenga para Gold Line Mobiliário

O nome Sofá Aconchego já revela sua essência: conforto e bem-estar, isso se deve graças a quantidade generosa de almofadas amplas e macias que servem de apoio para o encosto baixo. Acompanhando o mesmo modelo das almofadas, os revestimentos dos assentos também possuem lapelas. O móvel possui encostos e assentos retráteis.

Poltrona Magrela – por André Lenza

A peça possui estrutura em aço carbono, assento e encosto gomado estofado em tecido.

Banco Cauê – Estúdio Dentro

O Banco Cauê é uma homenagem ao Pico do Cauê de Itabira, Minas Gerais. O assento se apoia em um tampo de Freijó. Completamente solto, o desenho do estofado vem das bateias utilizadas nos garimpos. O conjunto de materiais (madeira, aço e tecido) cria diversas possibilidades de combinações de cores e texturas.

3. Invista na iluminação.

“Vale luminária de mesa, de chão, bem como peças com luz indireta. Dessa forma você consegue deixar a atmosfera mais intimista, apagando as luzes do teto”, garantem os designers.

Abajur Lichia – Cris Bertolucci

A beleza única dos elementos da natureza sempre foi fonte de inspiração no processo criativo de Cris Bertolucci. Como o próprio nome sugere, a coleção Lichia se inspira no fruto de uma árvore subtropical cuja personalidade e textura são encantadoras. Para a construção dos modelos, a cúpula, em acrílico, tem um corte diagonal que faz uma referência à fruta partida, prestes a ser provada.

Luminária EcoLamp 3 – Inhotim Loja Design

Luminária verde e madeira, feita de madeira angelim e garrafa, feita à mão com reaproveitamento de materiais.

4. Espalhe tapetes pela casa.

Vale na parede também, pois eles melhoram o isolamento térmico e passam a sensação de aconchego. “Escolha materiais felpudos de algodão ou lã, pois são mais confortáveis”, ensinam Marllon e Rodrigo.

Tapete de parede - Koord 

Com a base feita no tear manual, os desenhos feitos no bordado manual são repletos de cor e contam com formas orgânicas que não eram possíveis de serem impressas nos tapetes, por conta da limitação que o tear proporciona. Seus desenhos e cores permitem que as peças sejam usadas sozinhas, mas instiga os clientes a criarem composições de peças e tons, com conjuntos únicos e divertidos.

5. Para aquecer as noites regadas bebidas quentinhas e fondues nada melhor do que uma lareira. 

Lareira Origami - Mezas

A Origami da Mezas é a peça perfeita para áreas externas e varandas. Desenvolvida através do projeto da arquiteta Fernanda Basso, na qual chapas finas de metal - que pode ser aço carbono galvanizado ou aço cortem - formam uma "dobradura", com a base suspensa. Muito versátil, pois pode ser usada em qualquer espaço da casa - a lareira Origami pode ser usada também como champanheira (acessório para abrigar as garrafas - vendido separadamente).

6. Cubra os sofás com mantas.

Manta Vazada – Regina Misk

Tricotada à mão, a manta Vazada, assinada por Regina Misk, é feita de cadarços de algodão.

7. Sirva bebidas quentes em canecas de cerâmica. 

O material conserva melhor a temperatura dos alimentos.

Coleção Utilitários – Nara Ota

O duo fofo assinado pela designer Nara Ota, traz a icônica menininha, que está sempre presente na maior parte das criações da artista, “pendurada” na colher feita de latão banhado à ouro. Já o copo apresenta uma simplicidade e delicadeza de um cilindro feito de cerâmica com esmalte.

8. Escolha velas aromáticas. 

Elas promovem um clima intimista e relaxante com a ajuda dos óleos essenciais.

Vaso e Castiçal Bertha – Por Ingrid Peixoto

O Vaso e Castiçal Bertha é uma homenagem à grande cientista e bióloga brasileira Bertha Maria Julia Lutz, que além de contribuir tanto para a ciência, foi uma das mulheres que deixaram como legado o direito ao voto feminino e a luta pela igualdade de gênero. Como boa parte das criações de Ingrid Peixoto, a peça possui mais de uma funcionalidade. Ela pode ser usada para acomodar uma única flor ou como castiçal. Seus diferentes tamanhos em formato piramidal remetem às vidrarias muito comuns nos laboratórios de ciência. No topo, recebe um detalhe em latão escovado. O vaso pode ser usado sozinho ou em conjunto, formando uma composição elegante e contemporânea. 

9. Opte por almofadas feitas de tramas de algodão ou lã.

Almofada Bolhas – Regina Misk

A Almofada Bolhas tem a base em tricô e é rebordada com bolas crochetadas à mão. Possui zíper invisível e enchimento com fibra siliconada.

10. Eleja materiais quentes como a madeira e couro. 

Seja em um objeto decorativo ou no revestimento da casa ou de um móvel. A escolha destes elementos certamente deixará sua morada calorosa e agradável.