05 ago de 2019

Tecnologia que cria diamantes

Categoria:
Mulher

Brilho Infinito traz ao Brasil diamantes produzidos por mechas do cabelo

A empresa, que pertence ao tradicional Grupo Altstut, oferece ao País tecnologia em que o carbono contido nos fios do cabelo, serve de matéria-prima para a produção de diamantes

A empresa Brilho Infinito, que pertence ao tradicional Grupo Altstut, traz ao Brasil, diamantes produzidos a partir de mechas do cabelo. Por meio de uma inovadora tecnologia, o carbono contido nos fios capilares, serve de matéria prima e são transformados na pedra bruta, que depois de lapidada, se transforma em um magnífico diamante.

Os diamantes são dignos da realeza, a pedra elaborada a partir do cabelo tem como finalidade eternizar a lembrança de alguém querido, celebrando a família e ocasiões como casamentos, nascimentos, aniversários, entre outras comemorações. “Quando soube da possibilidade dessa tecnologia e da eternização por meio do diamante, fiquei maravilhado com a oportunidade e fiz questão de presentear minha mãe”, comenta o eterno ídolo e maior atleta de todos os tempo, o Rei Pelé.
Publicidade:


O objetivo da Brilho Infinito é eternizar momentos e lembranças, com os diamantes, onde pessoas terão consigo, não só algo de valor, como ainda poderão carregar uma parte de quem amam. Os diamantes produzidos em laboratório, foram descobertos pelos americanos, nos EUA, em 1954. No entanto, a técnica de produção de diamantes, a partir de uma mecha do cabelo, é bastante recente em países como Espanha, Rússia e Japão, que já utilizam este processo.

No Brasil, a Brilho Infinito será a primeira empresa da América Latina, a utilizar a tecnologia para produção dos diamantes, a partir do fio capilar. O processo de produção é chamado de HPHT (High Pressure, High Temperature), já que o carbono contido no cabelo é submetido a altas pressões e temperaturas, recriando assim as condições naturais ideais, em que os diamantes são desenvolvidos.

Para a confecção da pedra, é possível utilizar qualquer tipo de cabelo, bem como combinar mechas de duas ou mais pessoas. Todo o processo de produção do diamante Brilho Infinito será gravado e enviado, junto com a jóia, para o cliente. Além disso, a empresa possui um certificado de qualidade e autenticidade emitido pelo Laboratório Gemológico Dr. Rui Ribeiro Franco, tido como um centro de excelência em gemologia no Brasil, reconhecido internacionalmente pela CIBJO - Confédération Internationale de la Bijouterie, Joaillerie, Órfèvrerie, des Diamants, Perles et Pierres. Resultado de uma parceria entre o IBGM - Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos e o SINDIJOIAS SP - Sindicato da Indústria de Joalheria, Bijuteria e Lapidação de Gemas do Estado de São Paulo, o Laboratório Dr. Rui Ribeiro Franco é o mais moderno do Brasil, usufruindo de equipamentos de alta tecnologia.

A autenticidade do diamante Brilho Infinito será atestada pela gemóloga e responsável pelo laboratório IBGM, Jane Gama e seguirá rigidamente todas as exigências e normas estabelecidas pela ABNT-NBR 10630, ABNT-NBR 12254, NT-IBGM 001/97 NT-IBGM 002/97, ISO-TR 11122 e o Blue Book da CIBJO. A profissional possui mais de 25 anos de experiência na cadeia produtiva do setor joalheiro e atua como avaliadora e perita judicial há 10 anos. “Apesar de ser de laboratório, o diamante Brilho Infinito possui as mesmas características óticas, físicas e químicas de um diamante, produzido pela natureza. Como avaliadora, examinarei todos os aspectos e características da jóia, emitindo um documento com a minha opinião e certificado de qualidade da pedra” explica Jane Gama. Inicialmente, a Brilho Infinito irá importar a produção da Espanha. No entanto, a empresa já possui um projeto de construção de um espaço em São Bernardo do Campo, São Paulo.

“Acreditamos totalmente no sucesso da empresa e queremos investir cada vez mais no nosso país. A idéia é inaugurarmos a primeira fábrica de diamantes produzidos em laboratório, da América Latina, antes do final do ano” afirma o empresário Pepe Altstut.

Por dentro da tecnologia da Brilho Infinito
O cabelo é levado a um forno especial em uma temperatura elevada para extração do carbono contido nos fios. O material resultante é prensado até se transformar em uma pastilha de carbono que, colocada no interior de um equipamento de alta tecnologia, é submetida a uma pressão equivalente a 45 mil atmosferas e a uma temperatura entre 1.500 ºC/ 1600ºC. O tempo para finalização do produto irá variar de acordo com o tamanho e a cor do diamante escolhido por cada cliente. O resultado de todo esse processo é um diamante com os mesmas características físicas, químicas e óticas, de uma pedra extraída da natureza.
Assuntos Relacionados

 





Fechar [x]