Início Novidades Horóscopo Mensagens Novelas Receitas Sonhos Tradutor
 
 

29 set de 2009

Dificuldade para engravidar

Categoria:
Saúde

O sonho e a vontade de ser mãe nem sempre são realizados tão fácil. Enquanto milhares de mulheres fazem de tudo para evitar uma gravidez, outras lutam para engravidar, sem sucesso. Este é o caso da personagem Luciana, vivida por Alinne Morais na nova novela de Manoel Carlos e de Dafne, personagem de Flávia Alessandra na trama das sete.

É difícil acreditar, nos dias de hoje, que a infertilidade seja um problema na vida de tantos casais com tantos filhos nascendo no mundo. Mas, por incrível que pareça, cerca de 12 milhões de pessoas encontram dificuldade para engravidar em algum momento. A boa notícia é que, se detectado com antecedência, existem inúmeras soluções.

As causas mais comuns, que afetam as mulheres e são responsáveis por cerca de 40% dos casos de infertilidade, são:
Publicidade:


Síndrome dos ovários Policísticos: causada por um desequilíbrio hormonal e excesso de hormônio masculino, provoca irregularidades na menstruação, aumento dos pêlos, ganho de peso e acne. A ovulação também fica muito comprometida, o que dificulta na gravidez. Ressalta-se que a gestação pode ocorrer neste quadro.

Endometriose: Doença que ocorre quando a mucosa que reveste o útero é expelida dentro da cavidade do abdômen ao invés de ser eliminada através do canal vaginal junto com o sangue menstrual e acaba dificultando a concepção.

Problemas ovulatórios: Principal causa de infertilidade nas mulheres, geralmente o que ocorre é uma falha na liberação de hormônios, irregularidade no ciclo menstrual ou problema nos ovários. Mediante isso, a ovulação fica prejudicada ou completamente ausente.

Alterações da tireóide: Aumento ou diminuição da função da glândula tireóide leva a um desequilíbrio hormonal, o que reflete no funcionamento dos ovários, consequentemente, na produção dos hormônios LH e FSH.

Aumento da prolactina: quando há aumento deste hormônio, os ovários não funcionam direito, o problema pode bloquear ou interferir a ovulação.

O que poucas mulheres sabem hoje, é que existem testes de farmácia que ajudam a monitorar o período fértil, podendo facilitar uma gravidez, como o Confirme Fertilidade. Como funciona? É extremamente fácil. O teste detecta na urina o aumento do hormônio LH (luteinizante), sinalizando o período de ovulação feminino. O hormônio é produzido durante todo o período menstrual, porém no meio do ciclo a quantidade dele aumenta, indicando o pico de ovulação, onde as chances de engravidar são maiores. Como o espermatozóide pode sobreviver até mais que 72 horas, é possível ficar grávida mantendo relações sexuais três dias antes do primeiro dia fértil.

“É importante deixar claro, que uma consulta com o seu médico de confiança é indispensável, para que ele informe os procedimentos a serem tomados após o primeiro passo, que é o teste feito em casa”, adverte Carolina Ynterian.
Assuntos Relacionados

 








Fechar [x]