16 fev de 2012

Como Ler As Mãos

Categoria:
Geral

Saiba como ler as mãos online. Especialista em comportamento humano traz dicas para conhecer o sexo oposto e se afastar de relacionamentos complicados.

Que mulher não gostaria de ter um detector de cafajeste pronto para ser usado 24h. por dia? Apesar de pouco difundida, a quiromancia (arte de ler as mãos) ajuda e muito, a conhecer os fatores pessoais e principalmente, como o parceiro lida com os seus relacionamentos amorosos. “Os desenhos das mãos são como um arquivo do potencial de cada um e um registro dos eventos que acontecem na vida, já que as linhas das mãos mudam conforme os acontecimentos da vida pessoal” - revela Felipe Okazaki.

Por meio dessa técnica é possível conhecer alguns fatores pessoais, já que esta é uma ciência praticada através dos estudos de característica dos seres humanos e não envolve magia ou preceitos religiosos. Felipe Okazaki especialista em comportamento humano, conhecedor de psicanálise, quiromancia, mnêmicas de linguagem e regressão, revela algumas dicas de como “fugir” do homem problema.
Publicidade:


Para identificar se o seu pretendente está na lista dos homens problemas, é necessário identificar primeiramente a linha do coração, que revela como se reage às emoções nos relacionamentos amorosos, o grau de sensibilidade e capacidade de cada pessoa para vivenciar o amor. A linha do coração é a primeira linha abaixo dos dedos.

Imagem 1 O potencial cafajeste
Linha do curta? Pessoas que não possuem responsabilidade quando se trata de relacionamentos amorosos, preferem a curtição.

Imagem 2 O potencial romântico exagerado, o famoso grude
Linha que termina no dedo indicador? Pessoas românticas e que dedicam demais na relação e normalmente se decepcionam. São devotados e fiéis.

Imagem 3 O potencial workaholic, o trabalho sempre virá em primeiro lugar
Linha que atravessa a palma da mão? Pessoas que preferem o trabalho em primeiro lugar.

Imagem 4 O traumatizado no amor que dificilmente vai prosperar no amor
Linha com quebra? Pessoas que já viveram grandes traumas amorosos e tem dificuldades de se relacionar.

“A linha do coração pode apresentar diversos outros formatos, mas se o seu parceiro ou pretendente não pertence a estes tipos já é um bom sinal”, pontua Okazaki.


Sobre Felipe Okazaki: Felipe estudou Ciências Econômicas, Publicidade e Propaganda, Comunicação em Multimeios pela PUC-SP. Pós graduado em Psicanálise pela SPOB, Produção Fonográfica pela Universidade Anhembi Morumbi Laureate e AIMEC. Além de possuir certificações da Macromedia (webdesigner), Pratictioner Trainee on DECH e Challenge IE (Técnicas Avançadas de Linguagens). Colaborador do grupo psicanalítico EPICCO. Além disso, fez estudo de religiões e culturas e em uma jornada de autoconhecimento, teve acesso ao cristianismo, hinduísmo, x amanismo, espiritismo, budismo, treinamento samurai, yoga, psicanálise, quiromancia, mnêmicas de linguagem e regressão. Hoje fornece cursos de comportamento humano ligado a como prever e induzir comportamentos; ler qualquer pessoa em qualquer situação, em menos de 30 segundos; detectar mentiras e desvendar características pessoais, incluindo sentimentos, através de um olhar, de um aperto de mão, ou simplesmente pela forma que o outro se porta. Site: www.timos.com.br
Assuntos Relacionados

 





Fechar [x]